Ixocactus , Valério Melo, em aula na Universidade Estadual de Santa Cruz CC BY-SA 4.0 [+]

As relações entre comunidades na Wikipédia: uma entrevista com Valério Andrade Melo

Por David Alves

A construção da Wikipédia passa por diferentes grupos, da comunidade de wikipedistas à comunidade acadêmica. Apesar de possuírem um objetivo comum – o de fornecerem conhecimento ao público – nem sempre as visões dos membros de cada lado são coincidentes, mas é preciso lidar com essas diferenças, especialmente quando em projetos ligados à educação e difusão. Dando continuidade a nossa série de entrevistas, conversamos com Valério Andrade Melo. Valério é professor na área de Ecologia do Departamento de Ciências Biológicas na Universidade Estadual de Santa Cruz, em Ilhéus. Mestre em Ciência Florestal pela Universidade Federal de Viçosa, o professor edita a Wikipédia em temas de biodiversidade, mas também de história, geografia, feminismo e outros temas. Valério contribui com a difusão científica no projeto por meio de projetos em sala de aula e outras atividades.

Apesar de ainda ser algo praticado por um número pequeno de professores, temos já alguns bons exemplos do uso da Wikipédia em sala de aula, como as suas próprias experiências. Como a comunidade wikipedista tem reagido a essas iniciativas? Existem atritos a serem resolvidos? Quais são os problemas que os recém-chegados possuem, na visão da comunidade, ao usar a Wikipédia?

Valério Andrade Melo (VAM): De forma geral vejo uma recepção positiva da comunidade wikipedista lusófona, que compreende as iniciativas dos professores como uma forma de atrair novos editores e melhorar a qualidade dos verbetes. As atividades em sala de aula são feitas respeitando os 5 Pilares da Wikipédia, indo de encontro aos interesses da comunidade, já que todos estamos engajados na utopia do Jimmy Walles. Nos últimos 2 anos vi poucos atritos da comunidade com os professores dos cursos, nenhum de maior gravidade. Professores recém-chegados às vezes não entendem de imediato a dinâmica de funcionamento da Wikipédia. Devido à rápida reação da comunidade em defesa dos verbetes, os editores detectam facilmente que as edições impróprias são de alunos, os professores são alertados para os problemas e os resolvem. Este parece ser o principal problema para o recém-chegado, tanto aluno quanto professor, o desconhecimento inicial das políticas e recomendações.

A mensagem de boas vindas que todo editor recebe em sua página de discussão quando se cadastra contém as principais orientações para os novatos. Venho insistindo com meus alunos para que leiam atentamente aquelas instruções e os links subsequentes, pois entendê-las e aplicá-las é o suficiente para fazer boas contribuições e evitar erros comuns que outros já cometeram anteriormente. Na Wikipédia as experiências negativas são usadas para ajudar os novatos a não repetirem os mesmos erros. O melhor exemplo disso é nosso primeiro pilar: A Wikipédia é uma enciclopédia. O primeiro link desta definição liga para uma página chamada O que a Wikipédia não é, que apresenta uma lista de interdições produzida pela comunidade.

Outro problema muito comum dos novatos, eu era assim, vem do entusiasmo inicial para trabalhar verbetes de assuntos complexos, bem desenvolvidos-destacados ou controversos. Sempre sugiro que comecem editando verbetes simples, de preferência esboços, que precisam de referências básicas como os livros e artigos que professores indicam nas disciplinas que eles estão cursando.

Existe uma dimensão política e social na construção da Wikipédia. No que já pode testemunhar, para os alunos, a relação com a comunidade se apresenta como um problema? Há uma interação entre os grupos, ou os alunos tendem a ficar à margem da comunidade?

VAM: Vejo que a relação dos alunos com a comunidade tem sido bastante positiva. Os editores mais ativos sempre orientam os alunos e professores quando detectam problemas nas edições. Seu diagnóstico sobre o aspecto da interação entre editores experientes e alunos me parece correto. Há pouca interação entre esses grupos e essas interações quase que se restringem a orientações sobre problemas. Creio que com a criação do Capítulo Brasileiro da Fundação Wikimedia poderemos realizar atividades que permitam uma maior integração entre esses grupos com interesses comuns.

Do outro lado, como a comunidade costuma construir seu consenso em relação a atividades em sala de aula? Há uma percepção prévia, positiva ou negativa, em relação a essas iniciativas, e por quê?

VAM: As atividades em sala de aula contribuem para que a Wikipédia conte com verbetes de melhor qualidade e visam engajar mais editores na comunidade. Dada essa complementaridade com os objetivos da enciclopédia, vejo uma percepção bastante positiva da comunidade acerca do Programa Wikipédia na Universidade. Mas como você bem constatou, mesmo com objetivos comuns, ainda há pouca integração.

Tal tipo de iniciativa costuma ser levada a cabo com um professor que conhece a Wikipédia ou com apoio de algum editor experiente. Como a relação entre as comunidades se dá quando há um wikipedista agindo em conjunto? O wikipedista pode de fato amenizar atritos, ou apenas evitar erros por parte dos envolvidos?

VAM: Vejo estes padrões que você detectou como premissas para o sucesso dos programas de ensino na Wikipédia. Professores que não entendem as regras da Wikipédia e a dinâmica de funcionamento da comunidade de editores tendem a cometer erros que não ocorrem quando o programa conta com o apoio de um editor experiente. A Wikipédia é aparentemente anárquica, e realmente qualquer um pode editar. Mas… Todas as edições estão sujeitas à política de verificabilidade, muito semelhante à revisão por pares da comunidade científica. Em geral, os editores mais respeitados pela comunidade, que estamos chamando de editores experientes, fizeram contribuições avaliadas como úteis e por isso são reconhecidos pelos pares. Os raros atritos são evitados porque eles orientam professores e alunos pelos meandros das políticas e recomendações relacionadas ao conteúdo que está sendo trabalhado.

Quanto ao Programa de Educação, você poderia detalhar mais sobre de que forma ele trabalha? Ele tem facilitado a intermediação entre as diretrizes da comunidade e as práticas em sala de aula?

VAM: Nosso programa ainda é incipiente, ao contrário do que acontece na Wikipédia anglófona, que conta até com uma fundação específica para essas atividades. Poucos professores lusófonos o utilizam plenamente. Temos materiais didáticos de qualidade para os professores elaborarem facilmente seus programas de ensino na Wikipédia. O programa disponibiliza aos professores uma página especial para que eles elaborem os conteúdos e verbetes a serem trabalhados nas disciplinas. Nesta página os alunos se inscrevem e têm suas edições acompanhadas pelo professor responsável e por wikipedistas interessados no assunto. É uma ferramenta bastante útil e relativamente simples, com a qual venho tendo experiências positivas nas minhas disciplinas.

Existe uma dificuldade em manter novos editores, sejam os que entram por atividades desse tipo ou por editatonas ou outras iniciativas. Por que essa taxa é tão baixa? Existe um fator da comunidade envolvida nessa questão, ou é algo exclusivo da dinâmica de sala de aula? O que você acredita que poderia ajudar a reter os alunos que começam a editar?

VAM: Estas são perguntas que todos professores wikipedistas nos fazemos. Relato uma experiência pessoal. Fiz uma oficina com pós-graduandos de minha universidade. Apresentei a ideia ao coordenador do curso, mostrando a ele alguns artigos publicados¹ em revistas de grande reputação científica que recomendavam a participação dos cientistas na Wikipédia. Na apresentação, enfatizei a importância de cada um editar os verbetes de suas áreas de conhecimento, pois eles dominam a literatura e conhecem as fontes confiáveis, um aspecto fundamental da Wikipédia. Mostrei também o número de visualizações de alguns verbetes da área e o alcance da Wikipédia, além dos princípios básicos de edição. Criei contas e dei boas vindas a todos. Mas nenhum deles editou. Frustrado, fui conversar com o coordenador do curso. Ele me disse que os pós-graduandos não dispunham de tempo livre para editarem, que ele até se via como responsável por isso, na medida em que a atividade não é reconhecida oficialmente pelo curso e os alunos precisam cumprir muitas exigências (disciplinas, monografias, projetos, trabalhos de campo, teses) num prazo muito curto. Acho que a retenção acontecerá naturalmente à medida que mais disciplinas forem ofertadas e um número significativo de estudantes seja apresentado à Wikipédia e, talvez, haja algum tipo de reconhecimento acadêmico pela participação. Vários colegas cientistas me perguntam: “E como você coloca isso no Lattes?”. Explico que a edição é voluntária, não remunerada. Todos lembram que suas agendas são cheias e que não têm interesse em incluir mais uma atividade nas suas rotinas, ainda mais sem reconhecimento. Acho que a retenção dos editores iniciantes está mais relacionada a esses aspectos do que a algum fator relacionado à comunidade wikipedista. As iniciativas recentes de publicações como PLOS, The Lancet e Colaboração Cochrane indicam que o problema do reconhecimento está sendo superado.


Bond A.L. 2011. Why ornithologists should embrace and contribute to Wikipedia. Ibis, 153(3):640–641
Callis K.L., Christ L.R., Resasco J., Armitage D.W., Ash J.D., Caughlin T.T. et al. 2009. Improving Wikipedia: educational opportunity and professional responsibility. Trends in Ecology & Evolution,24(4):177–179


Originalmente publicado no blog Traço de Ciência.

Wiki
<ref "wmbr1055">João Alexandre Peschanski (11 de novembro de 2016). [http://wp.me/p5zA2r-h1 As relações entre comunidades na Wikipédia: uma entrevista com Valério Andrade Melo] Wikimedia no Brasil. Visitado em 18 de outubro de 2017 </ref>
ABNT
As relações entre comunidades na Wikipédia: uma entrevista com Valério Andrade Melo. In: Website Wikimedia no Brasil. São Paulo: Wikimedia no Brasil, 2017. Disponível em: <http://wp.me/p5zA2r-h1>. Acesso em: 18 out. 2017.

Seu e-mail (obrigatório)

Erro encontrado neste post

  • As relações entre comunidades na Wikipédia: uma entrevista com Valério Andrade Melo é um artigo sobre educação, Programa de educação
  • Por David Alves A construção da Wikipédia passa por diferentes grupos, da comunidade de wikipedistas à comunidade acadêmica. Apesar de possuírem um objetivo comum – o de fornecerem conhecimento ao público – nem sempre as visões dos membros de cada lado são coincidentes, mas é preciso lidar com essas diferenças, especialmente quando em projetos ligados […]
  • educação, Programa de educação
  • Entrevistas
  • Wikimedia no Brasil
  • http://wikimedianobrasil.org/wp/wp-content/uploads/2016/11/Valerio_UESC-2016.jpg